COVID-19: informação atualizada sobre a gestão de resíduos hospitalares COVID-19

Julho 2020

As Equipas de Regulamentação e Segurança da Stericycle monitorizam de perto o surto de COVID-19 (formalmente conhecido como novo coronavírus, SARS-CoV-2), particularmente os desenvolvimentos feitos no controlo de infeções relacionadas com a gestão adequada de resíduos hospitalares gerados durante o tratamento de pacientes infetados pelo vírus. Estamos a gerir resíduos produzidos durante o tratamento do COVID-19 em unidades de saúde por todo o país.

Gestão de Resíduos

A Direção-Geral da Saúde (DGS) determinou que:

  • Os resíduos produzidos pelo doente com COVID-19 e os resíduos resultantes da prestação de cuidados de saúde a doentes com COVID-19 são considerados contaminados, com risco infecioso associado – caraterística de perigo H9 (Anexo do Regulamento (UE) nº 1357/2014, da Comissão, de 18 de dezembro de 2014 - Guia de Classificação de Resíduos da Agência Portuguesa do Ambiente, publicado em 2017).
  • Incluem-se nesta tipologia de resíduos, as fraldas e outros resíduos de doentes com COVID-19 provenientes de Estruturas Residenciais para Idosos (ERPI), Unidades de Cuidados Continuados Integrados (UCCI), Rede Nacional de Cuidados Continuados (RNCCI) e outras respostas dedicadas a pessoas idosas, bem como instituições de acolhimento de crianças e jovens em risco, conforme Orientação DGS n.º 9/2020, atualizada a 23/07/2020.
  • A classificação e tratamento destes resíduos são efetuados de acordo com o Despacho nº 242/96, publicado a 13 de agosto.

Esta informação pode ser encontrada no documento de orientação COVID-19: Orientação n.º 12/2020 Infeção por SARS-CoV-2 (COVID-19) - Recolha, Transporte e Tratamento dos Resíduos Hospitalares, de 19/03/2020, publicada no site da DGS, disponível aqui.

Regras de acondicionamento

O produtor de resíduos de risco biológico contaminados com o vírus SARS-CoV-2 (resíduos do grupo III) deve garantir a adequada triagem e acondicionamento destes resíduos.

Depois do acondicionamento em duplo saco branco encerrados com abraçadeiras de fivela, o produtor deve assegurar o acondicionamento dos resíduos em contentores específicos, homologados para o transporte de mercadorias perigosas por estrada.

Após o encerramento deste contentor, o produtor deve assegurar a desinfeção das suas superfícies exteriores e respetiva identificação com uma etiqueta ©. As operações de recolha e transporte ficam condicionadas ao cumprimento dos Critérios de Aceitação de Resíduos que podem ser encontrados aqui.

Atenção: rejeição de resíduos corto-perfurantes (Grupo IV)

A triagem e acondicionamento de resíduos corto-perfurantes deve ser realizada de acordo com os procedimentos normais.

No entanto, na utilização dos contentores imperfuráveis, reforça-se a necessidade de o produtor salvaguardar a correta montagem e encerramento definitivo dos mesmos previamente à sua rejeição.

Medidas proativas tomadas pela Stericycle

Na Stericycle estamos a implementar medidas proativas para manter os nossos colaboradores, profissionais de saúde e comunidade em segurança face à atual situação global do coronavírus. Temos uma equipa global e multifuncional que monitoriza a situação para garantir que as precauções sejam tomadas adequadamente e comunicadas de forma eficaz.

Até ao momento na Stericycle:

  • Estabelecemos a proibição de viagens para países de alto risco. Além disso, limitámos as viagens de negócios apenas por motivos críticos de segurança, conformidade, apoio e assistência essencial ao cliente.
  • Estamos a comunicar as orientações governamentais sobre prevenção de infeções e em que momento os nossos colaboradores se devem autoisolar e procurar assistência médica, e exigimos que cada um dos nossos colaboradores siga estas orientações.
  • Estabelecemos procedimentos de acordo com as normas vigentes para a gestão e tratamento seguro de resíduos hospitalares decorrentes do tratamento de pacientes com COVID-19.
  • As nossas Equipas de Ambiente, Segurança e Saúde bem como a nossa Equipa Executiva estão a comunicar de forma frequente com toda a organização, fornecendo orientação sobre as medidas de precaução tanto para aplicação no local de trabalho como em casa.

Atualmente continuamos a prestar os nossos serviços a todos os nossos clientes, levando em consideração as precauções acima indicadas. As Equipas de Regulamentação e de Segurança estão a acompanhar de forma contínua o surto de COVID-19 e adaptaremos as nossas práticas conforme necessário e de acordo com a evolução da situação.